sábado, 16 de maio de 2015

Gyff & Tsumomo #17

Tsumomo geralmente era um certo colírio para o senhor Black Wing. O carisma dela chamava pessoas para o estabelecimento. E ela procurou manter a pose mesmo estando face a Gyff, a quem ela ainda estava para conhecer. Afinal, era a segunda vez que o destino os conectava em um mesmo lugar.

- Olá para todos!
- Olá Tsumomo! - Gritaram pessoas em coro. Homens, mulheres, e qualquer outra coisa que estava ali comendo, exceto Gyff.

Ela se sentou ajeitando-se em seu vestido rosa. cruzou as pernas sob a cadeira, apoiou o cotovelo direito sobre a mesa, repousou o queixo sobre a mão esquerda e olhou penetrantemente para o ladino, enquanto Wing chegava trazendo uma refeição. O cozinheiro parou para observar a cena por dois segundos. E resolveu falar.

- Vocês se conhecem desde quando? - Indagou o cozinheiro. O silêncio se manteve por mais dois segundos.
- Ah. Deixe a comida aqui, senhor Wing. - Respondeu Tsumomo. - Nós estamos ainda nos conhecendo.
- Ah sim. Claro, claro. - Ele deixou a refeição no centro da mesa, sobre uma pedra, colocou quatro tabuletas de pedra, e curvou-as levemente, e deixou também mais uma tábua.

Gyff, pegou a tábua, transformou-a em uma espécie de faca, e cortou a carne que estava a sua frente. Depois transformou-a em uma espécie de pegador e colocou dois pedaços em seu prato, junto com mais alguns vegetais e cereais, então colocou novamente a tábua sobre a mesa, do lado da pedra.

- Sirva-se, senhorita Tsumomo.
- Você sabe meu nome? - Ela falou, enquanto se servia calmamente.
- É mais fácil você perguntar quem não sabe seu nome. - Disse ele enquanto comia, levando a fina tábua de pedra com comida até a boca.
- Minha reputação parece me preceder mesmo em locais que eu não conheço.
- É muito complicado fazê-lo depois de tudo o que aconteceu.
- E. Eu sei... Mas isso não explica a razão para você estar na academia de Someisa ontem. - Ela havia terminado de se servir e comia calmamente uma pequena porção de cereais e uma fatia de carne.
- Ah. Sim, você estava lá.
- É, mas foi um fiasco. Tudo deu errado. - Ela havia separdo a pedra dela em dois hashis de pedra para comer. - E parece que para você também.
- Hm. - Disse ele após engolir mais comida. - Na verdade minha noite terminou até que bem.
- E você se importaria de me contar, senhor Black Cat? - Ela fez uma pose apoiando o queixo, pegou a comida que ele havia colocado sobre sua espátula de pedra usando seus hashis e sorriu para ele enquanto mastigava.
- Você tem passado tempo demais na academia.
- E você se importa de me dizer seu nome?
- E o que eu ganho com isso?
- Que tal isso? - Tsumomo tirou 10 moedas shace pôs sobre a mesa. - Nossa, geralmente sou eu que estou do outro lado. - Ela corou levemente.
- Gyff.
- Sério que você não liga de Someisa saber seu nome?
- Não. Ela agora e uma maga ocupada. Tem mais coisas a fazer. - Gyff transformou a espátula com a qual ele comia em uma espécie de pano, limpou o rosto, e fez um sinal para Wing se aproximar.
- Eu poderia fazer alguma coisa também, e poderia agora.
- Vejo que a conversa está agradável. - Disse Wing se aproximando.
- Aqui está Wing. - Gyff, entregou 5 moedas shac, que estavam na mesa, ao dono do estabelecimento. - E Tsumomo. Eu diria para você tentar, mas acho que agora não é o momento. Nos vemos por aí, Wing e Tsumomo. - Gyff levantou-se e dirigiu-se para fora do estabelecimento. Muitas pessoas ainda iam e vinham, e Wing já prontamente atendia todas.

"Mas ele nem comeu tudo." Pensou a Gueixa, olhando para a comida que havia sobrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário